(17) 2139-6600
·
contato@gmachadoadvogados.com.br
·
Seg a Sex 08h às 17h30
Solicitar Consulta

Licença e salário-maternidade - Hipóteses de concessão aos homens

Licença e salário-maternidade - Hipóteses de concessão aos homens

A empregada gestante tem direito a licença-maternidade de 120 dias, sem prejuízo do emprego e do salário.  A lei prevê que em caso de morte da genitora, está assegurado ao cônjuge ou companheiro empregado o gozo de licença por todo o período da licença-maternidade ou pelo tempo restante a que teria direito a mãe, exceto no caso de falecimento do filho ou de seu abandono.  
Por fim a lei garante que o salário-maternidade é devido à segurada da Previdência Social, durante 120 dias, com início 28 dias antes do parto, considerando, inclusive, o dia do parto.